Quinta, 28 de Outubro de 2021 18:06
(43)9.8860-1609
BRASIL Em Minas Gerais

Psicóloga encontrada morta em porta-malas teria saído para pedalar, diz marido

Corpo foi encontrado pelo marido mais de 12 horas após morte

24/08/2021 16h59
264
Por: Jaguariaiva em foco
Psicóloga encontrada morta em porta-malas teria saído para pedalar, diz marido

 

Psicóloga encontrada morta em porta-malas teria saído para pedalar, diz marido

A psicóloga Marilda Matias Ferreira, de 37 anos, teria saído para pedalar antes de ser encontrada morta dentro do porta-malas de um carro na garagem de casa, em Pouso Alegre (MG), segundo depoimento do marido dela. O corpo dela foi encontrado com as mãos e os pés amarrados, com roupa e capacete de ciclista.

Foi o próprio marido, um médico veterinário de 62 anos, que teria encontrado o corpo de Marilda. Para a Polícia Militar, ele contou que tinha recebido uma mensagem da esposa no sábado avisando que iria pedalar. 

Ainda de acordo com o depoimento, segundo o G1, o marido disse que estava trabalhando no sábado (21), em uma fazenda quando recebeu a mensagem da esposa. Mais tarde, ao chegar em casa, por volta de 16h, ele não a encontrou e achou que ela ainda não tivesse chegado do passeio de bicicleta.

Já de noite, após a esposa não voltar, o homem passou a procurá-la no hospital e na delegacia. Na manhã de domingo, ao resolver procurar dentro do carro, encontrou o corpo da esposa no porta-malas e chamou a polícia.

O corpo da psicóloga não tinha sinais de violência. Na primeira análise do perito, foi constatado que ela teria morrido havia mais de 12 horas do momento em que foi encontrada.

A casa onde o casal morava não tinha sinais de arrombamento. Dentro da casa também não havia sinais de móveis revirados, nem materiais ou dinheiro roubados.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.