Quarta, 24 de Fevereiro de 2021 20:46
(43)9.8860-1609
Dólar comercial R$ 5,42 -0.395%
Euro R$ 6,59 -0.35%
Peso Argentino R$ 0,06 -0.62%
Bitcoin R$ 278.558,21 +0.588%
Bovespa 115.667,78 pontos +0.38%
PARANÁ GRANDE CURITIBA

Rapaz suspeito na morte de adolescente após hemorragia em motel detalha tentativa de socorrê-la, diz defesa

A garota foi levada por ele até a Unidade de Pronto-Atendimento (UPA) de Pinhais e morreu pouco tempo depois.

21/01/2021 08h50 Atualizada há 1 mês
1.234
Por: Jaguariaiva em foco
Rapaz suspeito na morte de adolescente após hemorragia em motel detalha tentativa de socorrê-la, diz defesa

 

O rapaz de 29 anos suspeito na morte de Lívia Izabel Zanetoni, 17 anos, após hemorragia em um motel em Pinhais, Região Metropolitana de Curitiba, na tarde desta quarta-feira (20) está bastante abalado com o que aconteceu e detalhou a tentativa de socorrer a adolescente.  Ele está preso na Delegacia de Pinhais e, segundo o advogado de defesa Igor Ogar, colabora e participa de diligências impostas pela Polícia Civil. A garota foi levada por ele até a Unidade de Pronto-Atendimento (UPA) de Pinhais e morreu pouco tempo depois. A causa da morte está sendo investigada.

Segundo a defesa, há informações preliminares e não-oficiais de que o corpo da adolescente não possui marcas de violência.

“Conversei com o Lucas, ele está bastante abalado com a morte dessa adolescente, todos nós, lamentamos profundamente os fatos que aconteceram. Ele disse que não cometeu nenhum crime, inclusive, já tivemos informações preliminares de que exames iniciais já foram feitos nessa adolescente e dão conta de que a mesma não sofreu nenhum tipo de agressão, o que já deixa claro que não houve nenhuma evidência nesse sentido”, detalhou.

Para o advogado de defesa, o rapaz contou que a hemorragia na adolescente começou logo após a relação sexual. “Ele e a adolescente foram até o motel, lá tiveram relações e, logo em seguida, essa adolescente começou a sangrar, não sabendo a razão. Ele ficou bastante preocupado, chamou as pessoas do estabelecimento, depois ligou para a Polícia Militar por meio do 190, foi atendido, mas enquanto as viaturas se deslocavam não quis esperar, estava muito preocupado, então a levou para a UPA de Pinhais. Lá, ele não tinha respostas dos médicos, resolveu buscar a mãe da adolescente e na volta receberam a informação de que a garota já estava sem vida. Até então não há nenhum ato criminoso por parte do Lucas”, descreveu, em entrevista à Banda B.

No Boletim de Ocorrência (BO) da Polícia Militar (PM), o rapaz, no entanto, diz que o sangramento da adolescente aconteceu durante a relação sexual. No documento oficial, há informação de que a garota era virgem.

Igor Ogar afirma que o rapaz já tem antecedentes com a Justiça, no entanto nenhum parecido com a situação recente. “Ele é uma pessoa que tem antecedentes, mas nenhum com práticas nesse sentido, se manifesta em ajudar a investigação e está colaborando com todas as diligências que estão sendo ditas”, acredita o advogado.

Perícia

O carro do rapaz está apreendido para perícias do Instituto de Criminalística. Ele também esteve com a médica do Instituto Médico Legal (IML) para algumas apurações quanto aos detalhes do que aconteceu no motel. Haverá exames toxicológicos para apontar se o casal consumiu drogas. “O Lucas afirma categoricamente que não utilizou nenhum tipo de droga, assim como a adolescente”, defende Igor Ogar.

A defesa do rapaz tentará a liberdade dele ainda nesta quinta-feira (21). “Eu entendo que essa prisão dele seja uma ilegalidade, irei novamente conversar com a autoridade policial para entender motivo e razão”, finalizou o advogado de defesa.

As informações são do Portal Banda B 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.