Quarta, 24 de Fevereiro de 2021 19:48
(43)9.8860-1609
SAÚDE IMUNIZANTE

Paraná começa a distribuir neste domingo 86 mil e 500 doses da vacina da AstraZeneca

Como forma de agilizar o processo, a distribuição para as 22 Regionais de Saúde começa já na manhã deste domingo, a partir das 6 e meia da manhã, com os caminhões saindo do Cemepar, o Centro de Medicamentos do Paraná, em Curitiba, e as aeronaves do Aeroporto do Bacacheri, também na capital.

24/01/2021 08h05 Atualizada há 1 mês
83
Por: Jaguariaiva em foco
Paraná começa a distribuir neste domingo 86 mil e 500 doses da vacina da AstraZeneca

 

23 horas 14 minutos de sábado, 23 de janeiro. Onze minutos antes do horário previsto, o avião da companhia Azul toca a pista do Aeroporto Internacional Afonso Pena, em São José dos Pinhais, na Região Metropolitana de Curitiba, trazendo um pouco mais de alento para os paranaenses. O voo comercial 4768 com origem do Rio de Janeiro pousou com a vacina contra a Covid-19 desenvolvida pela Universidade de Oxford e pelo Laboratório AstraZeneca, e que no Brasil está sob responsabilidade da Fiocruz. Como forma de agilizar o processo, a distribuição para as 22 Regionais de Saúde começa já na manhã deste domingo, a partir das 6 e meia da manhã, com os caminhões saindo do Cemepar, o Centro de Medicamentos do Paraná, em Curitiba, e as aeronaves do Aeroporto do Bacacheri, também na capital. De acordo com o planejamento da Secretaria de Estado da Saúde, 15 regionais vão receber as cargas por meio de transporte aéreo. As outras sete por via terrestre. O secretário de Estado da Saúde, Beto Preto, afirmou que será levado rapidamente para as regionais de saúde para continuar a campanha de vacinação. Margely de Souza Nunes, diretora do Cemepar, explicou que, a partir do momento em que o Ministério da Saúde sinalizou a quantidade de doses, foi feita a organização para preparar os volumes e a distribuição para as regionais. A remessa com pouco mais de 86 mil doses é a parte que cabe ao Paraná dos 2 milhões de imunizantes importadas do Instituto Serum, um dos centros da AstraZeneca para a produção da vacina na Índia. Vai ampliar o alcance da proteção ao chamado grupo prioritário, formado por profissionais de saúde, pessoas em Instituições de Longa Permanência para Idosos, pessoas com deficiência severa e indígenas. A definição de prioridade segue o Plano Nacional de Imunização, do Governo Federal. Beto Preto explicou que, diferentemente da CoronaVac, a aplicação da AstraZeneca será em lote único, garantido a primeira dose para mais pessoas.

Esse é o segundo lote de imunizantes encaminhado ao Estado pelo Ministério da Saúde. O primeiro, composto por 265.600 vacinas da CoronaVac, produzidas pelo Instituto Butantan em parceria com a farmacêutica chinesa Sinovac, já começou a ser distribuído e aplicado pelos 399 municípios do Estado. A quantidade foi dividida porque o intervalo de aplicação é menor, de três semanas. O processo de vacinação ganhará ainda mais agilidade nos próximos dias. É que está programado para chegar ao Paraná ainda nesta semana um terceiro lote, também da CoronaVac. A estimativa é que o Estado receba cerca de 5% das 4 milhões e 800 mil de doses emergenciais autorizadas pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária, a Anvisa, na sexta-feira. Ou seja, cerca de 240 mil imunizantes que também serão divididos de forma igualitária por todas as cidades paranaenses. No total, confirmado os números da terceira remessa, o Paraná vai contabilizar 592 mil e 100 doses. Beto Preto disse que neste momento, o importante é vacinar o maior número de paranaenses possíveis, querendo imunizar, até maio, 4 milhões de paranaenses que compõem o grupo de risco. O Governo do Estado vai repetir a partir deste domingo a estratégia montada para a logística de distribuição das primeiras vacinas. A força-tarefa inclui duas aeronaves e uma frota de caminhões. Tudo para ganhar agilidade e fazer com que a proteção chegue o mais brevemente possível ao braço dos paranaenses. O diretor-geral da Secretaria da Saúde, Nestor Werner Junior, afirmou que o objetivo é ser ainda mais rápidos agora.

O Paraná tem 1.850 salas de vacinação nos 399 municípios. A quantidade de locais varia em cada cidade de acordo com o tamanho da população. Os municípios são responsáveis pela gestão dos profissionais para aplicação das doses da vacina

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.