Sábado, 27 de Novembro de 2021 22:50
(43)9.8860-1609
POLÍTICA Investigacão

Após contratar dois sobrinhos e esposa, prefeito de Contenda é afastado por nepotismo

Segundo a denunciante, a ex-vereadora Simone Bojano, que também foi candidata a prefeita nas ultimas eleições, o local alugado, além de menor, tem um valor mais alto e seria uma propriedade particular de parentes da sobrinha do prefeito, Simone Polak Silva, que é secretária de Finanças do Município.

18/11/2021 14h14
61
Por: Jaguariaiva em foco
Após contratar dois sobrinhos e esposa, prefeito de Contenda é afastado por nepotismo

 

O Prefeito de Contenda, Antônio Adamir Digner, conhecido como Mostarda (PSL), foi afastado das funções, por 60 dias, pela CPI que o investiga na Câmara Municipal. Desde o dia 13 de outubro, ele é investigado por nepotismo e irregularidades na locação de um terreno que serve de estacionamento para máquinas e veículos da prefeitura.

Segundo a denunciante, a ex-vereadora Simone Bojano, que também foi candidata a prefeita nas ultimas eleições, o local alugado, além de menor, tem um valor mais alto e seria uma propriedade particular de parentes da sobrinha do prefeito, Simone Polak Silva, que é secretária de Finanças do Município.

Outro parente empregado na prefeitura é o secretário de Governo de Contenda, Emanoel de Souza e Silva, que também é sobrinho de Mostarda. Segundo o próprio prefeito, Emanoel é seu “braço direito”. Ainda, com o cargo de secretária de Assistência Social, está a própria esposa do prefeito, Angela Mayer de Souza Digner.

Segundo o prefeito as acusações são infundadas e os familiares empregados são de extrema confiança. “O meu sobrinho está dando todo apoio e não precisa disso, ele é um empresário, está ajudando a administrar a cidade. A minha sobrinha, é financeira, é formada, é competente. E a minha esposa está fazendo um serviço maravilhoso na assistência social, que não precisa de canudo pra fazer assistência e sim carinho e amor”, declarou.

Caso o afastamento, quem assume o cargo é o vice-prefeito Gilmar Camargo Rosa, conhecido como Carpejani.

Mostarda informou que já está recorrendo do afastamento no Tribunal de Justiça do Paraná.

Ele foi eleito em 2020 pelo Partido Social Liberal (PSL), com mais de 60% dos votos. Em 10 meses de gestão, o prefeito se diz um empresário da área privada e não um politico de carreira. Ele acusa a Câmara Municipal do Município de aplicar um golpe contra a gestão. “Não tenho conchavo com ninguém, não prometi vaga pra ninguém, todos que estão aqui é por confiança”, concluiu.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.