Segunda, 01 de Março de 2021 09:30
(43)9.8860-1609
JAGUARIAÍVA DENGUE

Jaguariaíva realiza ações de combate a dengue após suspeita de novo caso

Os imóveis que receberam a nebulização preventiva de inseticida contra o mosquito da dengue foram os que ficam nas ruas Jaburu, Augusto Ferreira da Silva, Francisco Ferreira Neto, Antonina, José Moreto, São João da Cruz e Irmã Clarência Valengo.

19/02/2021 10h42
150
Por: Jaguariaiva em foco Fonte: Prefeitura Municipal de Jaguariaíva
Jaguariaíva realiza ações de combate a dengue após suspeita de novo caso

 

A Vigilância em Saúde de Jaguariaíva, através da equipe de agentes de endemias, realizou na manhã desta quinta-feira (18) mais um bloqueio contra o Aedes aegypti através de nebulização de veneno. Desta vez o bairro atingido foi o Santa Cecília, onde houve mais um caso suspeito de dengue.

Os imóveis que receberam a nebulização preventiva de inseticida contra o mosquito da dengue foram os que ficam nas ruas Jaburu, Augusto Ferreira da Silva, Francisco Ferreira Neto, Antonina, José Moreto, São João da Cruz e Irmã Clarência Valengo. O caso suspeito da doença trata-se de caso importado, ou seja, de paciente que esteve em cidade da região com muitos casos positivos e, possivelmente, contraiu neste local.

Outros casos suspeitos aguardam confirmação por exames laboratoriais e um caso importado foi confirmado em Jaguariaíva. Nos últimos dias agentes de endemias realizaram nebulização de inseticida em quarteirões do Jardim Primavera e Jardim Boa Vista.

Prevenção - A Vigilância em Saúde do município pede à população que ajude a combater o mosquito da dengue, através da limpeza de seus quintais e terrenos. É importante eliminar objetos, lixo e materiais que acumulem água da chuva por exemplo. Além da dengue, o Aedes aegypti é vetor da chikungunya, febre amarela e zyka vírus, doenças que podem agravar a Covid-19.

A dengue tem sintomas como febre alta, dor de cabeça, dor no fundo dos olhos, dores musculares, manchas vermelhas na pele, cansaço e indisposição. É importante procurar o serviço médico para tratamento e informação dos sintomas à Vigilância em Saúde, que toma providências de bloqueio do ciclo de transmissão nas áreas afetadas.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.