Sexta, 21 de Janeiro de 2022 21:06
(43)9.8860-1609
GIRO Falsa médica

Técnica em química é presa no PR suspeita de se passar por médica e atender mais de 1,4 mil pacientes no SUS

Ela poderá responder pelos crimes de exercício ilegal da medicina e estelionato

14/01/2022 14h49
130
Por: Jaguariaiva em foco
Técnica em química é presa no PR suspeita de se passar por médica e atender mais de 1,4 mil pacientes no SUS

 

Uma técnica em química de Coronel Vivida, no Sudoeste do Paraná, foi presa nesta quinta-feira (13) suspeita de se passar por médica e atender mais de 1,4 mil pacientes no Sistema Único de Saúde (SUS). Segundo a Polícia Civil, a detida estaria atuando nas unidades de saúde do município há aproximadamente 4 meses. “Para exercer a falsa função, ela utilizava o Conselho Regional de Medicina (CRM) de uma médica com nome parecido ao dela”, descreve a Polícia Civil.

De acordo com as investigações, a falsa profissional decidiu se passar por médica após conhecer o cotidiano, em outras clínicas médicas, onde atuava como recepcionista. Ela ainda teria tentado aplicar o mesmo golpe no município de São João do Ivaí, mas sem êxito.

Ela poderá responder pelos crimes de exercício ilegal da medicina e estelionato.

Prefeitura de Coronel Vivida

Diante do ocorrido, a Prefeitura de Coronel Vivida se posicionou por meio de nota. Confira na íntegra:

A Administração Municipal de Coronel Vivida/PR vem a público esclarecer os fatos acerca do ocorrido na manhã desta quinta-feira (13/01) no interior da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) que culminaram na prisão em flagrante de uma suposta profissional da medicina.

De início, cumpre consignar que a diligência realizada pela autoridade policial na data de hoje ocorreu a pedido da Administração Pública Municipal, em razão de suspeitas acerca da conduta profissional da mesma. Diante disso buscou-se o auxílio da autoridade policial para que se realizasse a devida investigação, que terminou na prisão da referida pessoa.

Registre-se que a Administração Municipal tem pautado suas ações no irrestrito cumprimento de Princípios Éticos e Morais, buscando a todo instante a Legalidade, a Imparcialidade, a Eficiência e principalmente a Transparência no serviço público.

No que diz respeito à havida contratação pela municipalidade da, em tese, profissional da medicina autuada em flagrante, esta foi realizada através de procedimento licitatório cujo certame foi vencido pela empresa Serviço de Plantão Médico Coronel Vivida Ltda que é composta por renomados médicos que exercem suas atividade clínicas nas mais diversas unidades de saúde disponíveis à comunidade vividense, possuem residência fixa em nosso município e que disponibilizaram a aludida profissional para realizar suas atividades junto à UPA local.

Em razão da lamentável ocorrência havida nesta manhã, informa que a Procuradoria Jurídica Municipal já está adotando as medidas legais e administrativas cabíveis para a apuração dos fatos e eventual responsabilização administrativa.

É certo que inúmeras pessoas foram ludibriadas no breve período de tempo em que a suposta médica praticou, de má-fé, atividades inerentes à medicina junto a UPA, e, por tal razão a Administração Municipal está envidando esforços para solucionar a celeuma, tanto que já interpelou a empresa terceirizada, vencedora do procedimento licitatório, para que apresente toda a documentação relativa à contratação de referida pessoa.

Vale frisar que aludida empresa há muito realiza as atividades de plantões junto à UPA local, cujas atividades são criteriosa e constantemente acompanhadas pela Secretaria Municipal de Saúde, circunstâncias essas que colaboraram para que fosse possível identificar a prática ilícita da atividade profissional da medicina, cujo fato passou, em tese, desapercebido pela empresa contratante do serviço.

Por fim, repudia-se qualquer comportamento, atitude ou comentário, porventura malicioso e desonesto e que em nada contribuem para a melhoria dos serviços públicos, os quais vêm sendo realizados com muito zelo, afinco, dedicação e abnegação por todos os agentes lotados na Secretaria Municipal de Saúde.

Neste momento, todos devemos nos unir em prol de um bem maior que é a integridade da população vividense e evitar a propagação de inverdades e injustiças eventualmente praticadas por pessoas que apenas usam do ocorrido para fomentar a cizânia e denegrir a imagem daqueles que, de boa-fé, realizam a honrosa missão de gerir os recursos públicos e investí-los, como contrapartida, na melhoria da qualidade de vida de todos.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.