Sábado, 19 de Junho de 2021 00:04
(43)9.8860-1609
GERAL Paraná

Copel conclui nova subestação no Norte Pioneiro, parte de um investimento de R$ 67 milhões

Obra faz parte de modernização do fornecimento de energia a pequenos municípios. A subestação opera em 34,5 mil volts e segue modernos padrões cons...

11/06/2021 12h41
47
Por: Jaguariaiva em foco Fonte: Secom Paraná
© COPEL
© COPEL

A Copel acaba de colocar em operação mais uma subestação do programaConfiabilidade Total, que prevê investimentos em tecnologia para reduzir as quedas e melhorar a confiabilidade do fornecimento em todo o Paraná, levando recursos de automação também aos sistemas que atendem pequenas cidades do Estado. A construção da subestação de Santa Amélia, no Norte Pioneiro, absorveu R$ 5 milhões, e agora serve ao atendimento de 1.827 unidades consumidoras do município e das vizinhas Bandeirantes e Abatiá.

A subestação opera em 34,5 mil volts e segue modernos padrões construtivos, com iluminação em LED, operação remota e reversão automática, que permite alteração da fonte de alimentação sem a necessidade de intervenção humana. Outras duas subestação em padrões semelhantes estão em fase final de construção na região, em Salto do Itararé e Sapopema. E uma unidade de maior porte deve ficar pronta no final do ano em Joaquim Távora.

De acordo com o superintendente de Smart Grid e Projetos Especiais da Copel, Julio Omori, as subestações melhoram a qualidade do fornecimento e garantem maior disponibilidade de energia para utilização pelos consumidores, servindo de apoio para o crescimento do agronegócio, entre outros setores da economia. “Estamos levando a democratização da qualidade da energia aos pequenos municípios”, diz.

CONFIABILIDADE TOTAL– A subestação de Santa Amélia é a segunda a ser colocada em operação pelo programa Confiabilidade Total, que no final de maio já havia energizado uma unidade no município de Antônio Olinto, no Centro-Sul paranaense. As duas subestações têm potência de transformação de 7 MVA (megavolt-ampère), com a vantagem de atender as cargas de maneira mais próxima e assim evitar perdas no sistema.

O programa atua ainda na construção de estações de chaves, implantação de equipamentos de automação e melhorias nos sistemas de comunicação no sistema de distribuição que atende as áreas urbana e rural em dezenas de municípios. Em um ano e meio de trabalho, foram construídas estações de chaves em 35 municípios com população estimada entre 1.700 e 29 mil habitantes.

Adicionalmente, foram implantados 3.500 sistemas de automação em equipamentos especiais, e formados 506 sistemas de autorrecuperação, ou self-healing. Estes sistemas atuam na redução dos impactos que interferências externas podem causar ao fornecimento, pois identificam a localização da causa geradora do desligamento e religam automaticamente os trechos que não foram diretamente afetados pela ocorrência. O investimento total no programa Confiabilidade Total soma até o momento R$ 67 milhões.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.